Faça um pedido

Photo by A n v e s h on Unsplash

A última vez que vi meus amigos eu dividi com eles o meu bolo de aniversário. Isto foi em março.
Vai fazer um ano que estou em casa.

Help, I’m still at the restaurant

Eu sou boa em quebrar rotina.
Mas meus recursos estão ficando limitados.
Vou ter que repetir o truque.
Repetição é tudo o que eu faço.

Acordar trabalhar comer dormir repeat. Eu me mantive ocupada o quanto pude: maratonei séries, assisti mais de cem filmes, pintei quadros, devorei livros, retomei as aulas de violão, mudeis os móveis de lugar, entrei em análise e estaria no divã, reciclei as amizades tóxicas, paguei as contas, redescobri partes de minha personalidade completamente esquecidas na infância, restaurei os sonhos, perdi e recuperei a esperança tanta vezes. O que me resta? Comecei uma reeducação alimentar, me afundei no brigadeiro, tive cólicas infernais, acabei com a cartela do buscofem, estourei a bolsa térmica, terminei e recomecei empregos, fiz cursos online, atualizei o currículo, iniciei novos hábitos, eu vivi bastante coisa para um ano de vida trancada dentro de casa, mas e agora? Aprendi sobre a rotina de lavanderia da vizinha, tomei vento, voltei a usar a varanda de casa — outro hábito perdido na infância — mudei de óculos, deixei o cabelo crescer e agora, o que me resta a fazer? Usei intensamente o vibrador, enjoei intensamente do vibrador. Baixei e excluí apps de paquera, curti foto do crush, vivi um amor platônico, publiquei exaustivamente no medium, atualizei o linkedin e agora, o que falta fazer? Teve obra na casa, cimento, areia, isopor, banho de álcool, dormi no chão da sala, acordei antes dos pássaros, escrevi poesia, crônica, diário, páginas de cadernos velozmente preenchidas e agora, o que falta fazer? Comecei um tratamento médico, renovei o guarda roupa, quase estive de mudança — levei um mês para desembalar tudo o que empacotei em dois dias. Escutei as músicas da adolescência, sonhei com os amigos da escola, limpei a caixa de entrada do e-mail, excluí arquivos no drive, deixei de seguir pessoas no instagram, brinquei de telefone sem fio por whatsapp, comi três chocottones. Dormi na virada do ano.

Paciência é o que ainda está fora da lista.

You left me no choice but to stay here forever.

--

--

--

Gostou de um texto? Contribua com o meu trabalho pagando um cafezinho. ☕️ Pix: (71) 98774-5420

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Gabi Blenda

Gabi Blenda

Gostou de um texto? Contribua com o meu trabalho pagando um cafezinho. ☕️ Pix: (71) 98774-5420

More from Medium

Fostering a culture of growth: How Veeva does it

Heat Check Herald: Leadership matters, Arizona’s title wart, Texas Tech’s contender status and…

BASW North East branch statement on branch statements

Barcelona Scrum Gathering 2012 Notes