Eu gosto de perguntas de verdade

Photo by Kyle Gregory Devaras on Unsplash

Eu acho importante coisas que ninguém repara:
os meninos jogando futebol na rua
e subindo numa laje pra buscar a bola;
o homem voltando pra casa com o saco de pão
e a mulher colocando o lixo pra fora;
o cachorro latindo pro gato
que não fica abalado e continua a se lamber.

Eu gosto de sentir o vento da noite
especialmente depois de um dia abafado
e perceber minha cabeça sem dor
por causa do trabalho.

Eu odeio quando perguntam e aí, tudo bem?
porque nunca posso dizer a verdade.
Eu sinto um desespero e alívio proporcionais
tão intenso que fica difícil dormir.

Eu converso com as estrelas
e invento respostas na minha cabeça.
Se dependesse de imaginação
você já estaria aqui.

--

--

--

Gostou de um texto? Contribua com o meu trabalho pagando um cafezinho. ☕️ Pix: (71) 98774-5420

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Gabi Blenda

Gabi Blenda

Gostou de um texto? Contribua com o meu trabalho pagando um cafezinho. ☕️ Pix: (71) 98774-5420

More from Medium

How I understood events and task/microtask queues

How to communicate with customers: Put on their smelly shoes (Part 2)

Ownership & The Tie-Breaker (Paradox Pair #37)

Conforming to Racist Structures and Systems: Learning and Working Through the Education System